Pular para o conteúdo

Curso de Horta Medicinal Gratuito

Quer aprender sobre o Curso de Horta Medicinal Gratuito e não sabe por onde começar? Os cursos gratuitos do GF Cursos EAD estão disponíveis!

Para garantir sua vaga é super simples, você só precisará realizar sua matrícula online e pronto, as aulas estarão liberadas para você começar seus estudos. Abaixo, confira todas as informações sobre a matrícula e demais detalhes sobre as aulas e o Curso de Horta Medicinal Gratuito.

Curso de Horta Medicinal Gratuito

A horta ou horto é um local em que são cultivados legumes e hortaliças, nela também podem plantar-se temperos e ervas medicinais. As hortas geralmente localizam-se em um terreno que recebe sol o dia todo, plano ou levemente inclinado, com terra fértil que possa ser adubada. As plantações podem ser organizadas em canteiros.

Por que ter uma horta medicinal?

Além de serem uma alternativa mais econômica por evitarem gastos supérfluos nas farmácias, as hortas medicinais são ótimas para a imunidade, já que ajudam a curar inúmeras doenças e aliviar dores de forma natural. Para isso, basta entender como fazer o uso apropriado de cada espécie e extrair o melhor dela.

Segundo Daniel Alan Costa, professor de fitoterapia Faculdade de Medicina da USP, as plantas filtram os poluentes presentes no ar, além de removerem gases que são tóxicos para a saúde e bem-estar.

“Há muitas espécies que são indicadas como um tratamento integrativo para aumentar a imunidade e tratar problemas de saúde como dores de cabeça, estresse, doenças no sistema digestivo e também nas vias respiratórias como gripes, resfriados, bronquite e, até mesmo, pneumonia”, destaca o naturopata.

Espécies que não podem faltar na sua horta medicinal

Aqui estão algumas espécies que são essenciais em uma horta medicinal.

Manjericão

Rico em vitaminas, o manjericão também possui propriedades antibacterianas, antioxidantes, antiespasmódicas e digestivas. Adicione-o em saladas, massas, sopas e outras receitas. Outra dica é utilizá-lo para aromatizar o azeite, por exemplo.

Tomilho

De simples cultivo, o tomilho é ótimo para ajudar a tratar doenças típicas do sistema respiratório, combatendo tosse e bronquite, além de melhorar infecções na boca e ouvido. Pode ser usado como chá, tempero ou com seu óleo essencial.

Lavanda

Também conhecida como alfazema, a planta é uma opção de calmante emocional natural. Desta forma, ela contribui no combate ao estresse, ansiedade e insônia. Ademais, a planta também possui propriedades anti-inflamatórias, ajudando a melhorar peles com acne e revigorando as células.

Hortelã

Um dos melhores remédios naturais para tratar problemas da garganta, a planta pode ser ingerida de diferentes formas, como em chás e adicionada em canja, sopas e outros pratos.

Alecrim

A essência de alecrim é conhecida por estimular o cérebro, melhorando a memória. Quando ingerido, ele age no tratamento de dores reumáticas e contusões e no combate a problemas respiratórios. Além disso, suas propriedades são capazes de equilibrar a pressão arterial e reduzir o estresse.

Capim Limão

Conhecido também como Capim-Santo, a planta é excelente para combater cólicas, dores abdominais e diarreias. Além disso, ela também pode funcionar como analgésico e, quando em compressas, ajuda a tratar doenças de pele.

Segundo o especialista, diversas outras espécies também podem ser cultivadas em sua horta medicinal para realizar tratamentos alternativos como funcho doce, camomila, erva cidreira e erva-doce.

Curso de Horta Medicinal Gratuito

Aprenda como fazer uma horta medicinal e entenda sua importância.

Carga horária: 10 horas

Grade do curso:

  • Aula 1: Introdução
  • Aula 2: Tipos de plantas medicinais
  • Aula 3: Indicações de plantas medicinais
  • Aula 4: Preparação
  • Aula 5: Dicas
  • Aula 6: Dicas
  • Aula 7: Dicas – Parte II
  • Aula 8: Material Complementar

→ Para se inscrever no curso gratuito, clique aqui!

Leia Também:

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.